Projeto de lei polonês sobre denunciantes após consulta pública

Compartilhar
Projeto de lei polonês sobre denunciantes após consulta pública

Um projeto de lei de denúncia foi publicado no site do Centro de Legislação do Governo, levando em consideração as mudanças após uma consulta pública.

A lei implementará os princípios da ordem jurídica polonesa Diretiva (UE) 2019/1937 do Parlamento Europeu e do Conselho DECISÃO DO CONSELHO de 23 de outubro de 2019 relativa à proteção dos denunciantes do direito da União.

Embora as mudanças tenham sido feitas como resultado da consulta, o projeto ainda contém muitas contradições e ambigüidades que podem resultar em problemas na implementação prática da legislação pelos empregadores:

  • O Legislativo não decidiu introduzir denúncias anônimas obrigatórias de irregularidades, deixando às entidades obrigadas a oportunidade de implementar notificações anônimas à sua vontade; isso significa que, se as denúncias anônimas não puderem ser enviadas aos empregadores, os pedidos anônimos podem ser deixados sem reconhecimento;
  • Limites de emprego que determinam a isenção da entidade da obrigação de implementar o sistema de notificação interna — a primeira versão do projeto de lei referia-se a um limite de 50 funcionários. Atualmente, após as mudanças, o projeto estipula que entidades para as quais pelo menos 50 pessoas realizam trabalhos serão isentas da implementação do sistema de notificação interna. Ao mesmo tempo, o legislador não especifica o conceito de “fazer trabalho”, que pode incluir pessoas que prestam serviços sob contratos de direito civil. Como consequência, os empregadores terão que adivinhar por si mesmos se a obrigação de implementá-los se aplica ou não.
  • O Legislativo classificou como formas de ações retaliatórias proibidas conceitos imprecisos que levantariam dúvidas interpretativas, como “tratamento desfavorável ou injusto”, “manchando a reputação”.

Mais informações sobre Projeto de lei para a proteção de pessoas que denunciam violações da lei nas páginas do Centro de Legislação do Governo.

Você também pode estar interessado em

Mais artigos

Experimente o WeMoral agora!

Ajudaremos você a implementar uma solução abrangente de denúncias.

Cadastre-se